Advogado tentou lacrar para cima de Witzel e passou vergonha (VIDEO) - Coluna Brasil
Connect with us


Advogado tentou lacrar para cima de Witzel e passou vergonha (VIDEO)

POLITICA

Advogado tentou lacrar para cima de Witzel e passou vergonha (VIDEO)

Resposta matadora de Witzel deixou advogado constrangido

Um Advogado, tentou intimidar o Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, durante evento em que ele participava e recebeu uma resposta arrasadora.

O Advogado foi afobado e partiu para o ataque sem antes cobrir seus argumentos e o resultado de seu lacre foi catastrófico para si próprio.

Ao pegar o microfone ele disparou:

Advogado: “Que o senhor Governador… É uma pessoa de imensa coragem, isso é inegável! O senhor deixou, um cargo na magistratura federal,  para se candidatar ao governo, isso é algo de uma coragem imensa.   O que eu gostaria de saber do senhor, governador, é se o senhor se colocaria a disposição, caso um policial fosse denunciado pelo ministério publico, pelo homicídio, por ter executado alguém, se o senhor governador se coloca a disposição para responder como co-autor? Porque o senhor Governador esta dando uma ordem de matar, e se alguém responde por ela o senhor é co-autor como o nosso direito penal admite.”

Então, após ouvir pacientemente a pergunta o governador o indagou:

Wilson Witzel: “Qual o seu período?”

Referindo-se ao estagio que esta o jovem em seu curso de direito.

Advogado: “Estou no decimo, aprovado já na OAB na prova de direito penal…”

Wilson Witzel: “Então vamos fazer novamente um estudo do direito penal e processo penal…”

PATROCINADO

E completou a resposta:

Wilson Witzel:  “O Artigo 25 do código penal estabelece  que qualquer um que seja uma ameaça eminente, portando um fuzil, pode e deve ser abatido.

Não sou eu que estou mandando, a policia age de acordo com a técnica que lhe é determinada, se ela identifica uma ameaça ou alguém que esteja de fuzil. Já foi avisado! Se você portar um fuzil, a policia encontrar você de fuzil, não tenha duvidas de que você vai ser abatido, nos termos do artigo 25 do código penal porque é uma ameaça eminente.

Quem esta de fuzil, não esta la para se não matar quem quer que seja e apertar o gatilho para quem quer que seja. Então eu não sou co-autor de absolutamente nada!”

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais em POLITICA

To Top