Joice pede camisa de força para Gleisi após ataques contra Moro - Coluna Brasil
Connect with us


Joice pede camisa de força para Gleisi após ataques contra Moro

POLITICA

Joice pede camisa de força para Gleisi após ataques contra Moro

“Alguém tem uma camisa de força?” diz Joice Hasselmann sobre Gleisi

Joice Hasselmann rasgou o verbo sobre a presidente nacional do PT em sua conta do Twitter

Mas após a divulgação de uma nota do PT sobre possível indicação do ministro da Justiça Sérgio

Moro ao Supremo Tribunal Federal (STF),  a líder do governo no Congresso,

Joice , defendeu o ex-juiz e respondeu a Gleisi Hoffmann, a quem chamou de “louca”. 

No último domingo (12), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que indicará o ministro a primeira vaga que aparecer no STF, pois tem um “compromisso” com ele. Moro ,

por sua vez, negou que tivesse feito qualquer acordo para assumir a pasta e afirmou que vai avaliar o convite quando realmente houver uma vaga na Corte. 

Após o anúncio de Bolsonaro, Gleisi acusou o ministro de corrupção passiva .

Na tarde dessa segunda, em sua conta do Twitter, a deputada federal citou o artigo 317 do Código Penal e afirmou que o ex-juiz teria recebido “vantagem indevida” por conta da promessa do presidente.  Ela também divulgou uma nota do PT sobre a questão.

Joice Rebateu

Na madrugada de ontem, Joice rebateu Gleisi , a quem chamou de “louca do PT”,  e afirmou que ela “subiu o tom dos delírios”. “Alguém tem uma camisa de força disponível?”, questionou a líder do governo.

PATROCINADO

A louca do PT @gleisi sobe o tom dos delírios. Agora acusa @SF_Moro de corrupção com @jairbolsonaro. Alguém tem uma camisa de força disponível??? https://t.co/aP0M1oK0oG

— Joice Hasselmann (@joicehasselmann) 14 de maio de 2019

https://platform.twitter.com/widgets.js

a pasta da Justiça e a promessa de uma vaga no STF como “recompensa por ter condenado Lula sem provas, para tirá-lo das eleições presidenciais de 2018”.

“Sergio Moro nunca esteve à altura dos cargos barganhados, nem mesmo num governo rebaixado como o de Jair Bolsonaro. As sentenças ilegais contra Lula, a condução autoritária dos julgamentos e os crimes que cometeu, como o grampo da ex-presidenta Dilma, revelaram seu despreparo no Direito e seu desapreço à Democracia”, diz um trecho do texto.

O partido afirmou ainda que vai lutar no Congresso, nas ruas e na Justiça “contra o desrespeito à democracia e às leis por parte do atual governo e de seus membros”

Info: RENOVA Mìdia

 

Continue lendo
Advertisement
Conteudos Relacionados...
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais em POLITICA

To Top