“Eu acho que isso é fake news”, diz Mourão sobre boato propagado por O Antagonista. - Coluna Brasil
Connect with us


“Eu acho que isso é fake news”, diz Mourão sobre boato propagado por O Antagonista.

POLITICA

“Eu acho que isso é fake news”, diz Mourão sobre boato propagado por O Antagonista.

Hamilton Mourão, comentou nesta segunda-feira (13) sobre boato propagado

pelo site O Antagonista acerca de uma possível demissão do ministro da Secretaria de Governo,

Santos Cruz, pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a publicação, Bolsonaro avalia exonerar o ministro por este supostamente ter se referido

ao presidente de forma desrespeitosa e feito uma “piada” citando um “possível golpe para colocar o Mourão” no poder.

Questionado por jornalistas sobre a eventual saída de Santos Cruz,

Mourão afirmou que o ministro é “excepcional”, mas que decisões sobre a permanência de colaboradores cabem a Bolsonaro:

“Eu acho o general Santos Cruz um cara excepcional, né, excepcional. Isso aí são decisões do presidente, né? Eu acho que ele contribui bastante [na Secretaria de Governo].

Ele é um camarada extremamente trabalhador, conhecedor dos assuntos e tem procurado cumprir o papel dele com a missão que o presidente deu para ele.”

PATROCINADO

Indagado por jornalistas sobre este suposto comportamento de Santos Cruz, Mourão foi incisivo e, apesar de não citar o nome do site, acusou O Antagonista de publicar uma notícia falsa:

“Eu acho que isso é fake news. Não tem uma CPI das Fake News aí? Vamos aguardar a CPI das Fake News.”

Enfrentando uma intensa pressão nas redes sociais, integrantes do Centrão trabalham para acelerar a instalação da chamada CPMI das Fake News.

De acordo com o deputado Alexandre Leite (DEM-SP),

autor da comissão, as críticas recentes ao presidente da Câmara,

Rodrigo Maia (DEM-RJ), e ao Supremo Tribunal Federal (STF) reforçam a necessidade de investigar o que ele classificou de “milícias virtuais

Info : RENOVA 

Continue lendo
Advertisement
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais em POLITICA

To Top